Dicas de Como Efetuar Câmbio em Montevidéu

O Uruguai é um dos destinos que muitos mochileiros debutam na vida backpacker e junto com essa nova vida surgem muitas dúvidas no momento de montar o roteiro inicial. Quando o assunto é grana, o pessoal procura perguntar mais um pouco e aí a caixa de e-mails dos blogueiros ficam cheiros de perguntas sobre o assunto. Esse post é o recall de um post antigo publicado no nosso primeiro blog (antigo blogspot) e visa tirar algumas dessas dúvidas sobre câmbio no Uruguai. Então vamos aos detalhes!

O QUE LEVAR: REAL, DÓLAR OU PESO URUGUAIO? 

Sempre que viajo procuro dividir meu dinheiro de varias formas, evitando assim um possível imprevisto. No Uruguai não foi diferente, grana sempre dividida em dinheiro (Dólar e Real) e no VTM (Visa Travel Money). Pela proximidade com o Brasil, os uruguaios aceitam bem Dólar e Real em vários estabelecimentos, fazendo a cotação na hora do pagamento. Ah, que bom! Será!? Bem, antes de qualquer troca desse tipo (em restaurantes, hoteis…) procure sempre saber o valor do câmbio local, isso vai te ajudar no momento de pagar com moeda estrangeira. Procure sempre andar com notas pequenas para facilitar o troco no momento do pagamento, que geralmente retorna em moeda local. “Júnior, quero levar também moeda local (Peso Uruguaio) desde o Brasil, para quando chegar por lá já ter como pagar alguma coisa ao sair do aeroporto”. Na boa, Peso Uruguaio você só vai conseguir nas cidades fronteiriças com o Brasil, fora disso acho muito difícil você conseguir. Então o melhor mesmo é trocar no aeroporto, onde sempre a cotação é péssima (infelizmente). Abaixo vou falar mais sobre isso!

real-dolar-peso-uruguaio-med

CASAS DE CÂMBIO EM MONTEVIDEO

A maioria está estabelecimentos estão localizada ao longo da Av. 18 de Julio (vide foto abaixo). Também nessa mesma avenida estão os melhores bancos. Ah, mas você chegou no final de semana ou em algum feriado, o que fazer? Bem, nesses casos só resta apelar pra galera cambista de rua e a[i vale a pena o alerta de quem já trocou assim, EU! Nas esquinas da Av. 18 de Julio existe uma concentração muito grande de cambistas, nem preciso lembrar do risco que você está correndo ao trocar dinheiro com esse pessoal. Quando estive por lá era véspera de réveillon e não tive escolha, troquei com os caras, no entanto tive algumas precauções antes de efetuar o câmbio:

  • Troque sempre notas pequenas de dólar (U$ 20,00) e só troque o necessário para aquele dia.
  • Nesses casos esteja sempre acompanhado (eu estava com mais 3 pessoas).
  • Contei o dinheiro na mão do cara antes de passar a minha grana.
  • Evite pegar notas de grande valor, pois são as mais visadas para falsificação.
av-18-de-julio-montevideo

Para aqueles que chegam de avião em Montevideo, no aeroporto bem próximo a porta de desembarque, existe um câmbio, no entanto a cotação é péssima (em média 20% abaixo dos demais). Aconselho trocar somente o necessário e efetuar o restante no centro da cidade. Seguem algumas sugestões:

  • Cambiplex – Calle Rio Negro, 1358
  • Cambio Bacacay – Av. 18 de Julio, 853/855 (esquina)
  • Cambio Nixus – Av. Gral Flores, 2422
  • Cambio Amorelli – Av. 18 de Julio, 1204
  • Cambio America – Av. 18 de Julio, 1969
  • Cambio Argentino – Av. 18 de Julio, 975
  • Cambio Avenida – Av. 18 de Julio, 1328
  • Cambio Aspen – Av. 21 de Setiembre, 2859
  • Cambio Continental – Calle Misiones, 1472
  • Outras casas de câmbio

A cotação para o Peso Uruguaio em média é:

  • Real: R$ 1,00 = UYU$ 10,00
  • Dólar: U$ 1,00 = UYU$ 22,00
  • Euro:€$ 1,00 = UYU$ 26,00
  • Peso Argentino: ARG$ 1,00 = UYU 3,00

 BANCOS E TAXAS BANCÁRIAS

Se você pretende utilizar o seu banco aqui do Brasil para efetuar saques e débitos no seu cartão, fique ligado! Os bancos brasileiros cobram algumas taxas para esse tipo de utilização e também impostos. Então nada melhor do que fazer conta e ver o que realmente vale a pena. Outra coisa importante, solicite a liberação do seu cartão de débito para ser utilizado em outro país e não esqueça de informar o período que seu cartão será utilizado no estrangeiro, assim você evita uma possível clonagem pós viagem.

Hum, lembrei de outra coisa! Quando você efetua um saque no exterior além das taxas aqui no Brasil, você também vai pagar taxas adicionais do banco que está prestando o serviço, em geral são fixas e sinalizadas no momento da transação. Em geral eu deixo esse tipo de serviço habilitado para uma possível emergência, mas não utilizo por ser mais caro que o VTM (Visa Travel Money).

banco-santander-em-frente-a-plaza-fabrinni-montevideo

Abaixo segue uma pequena lista de bancos em Montevideo

  • Banco do Brasil – A agência que existia foi fechada. Negociações com o Banco Patagônia pretendem reiniciar as atividades no Uruguai novamente em breve.
  • Banco Santander – End: Av. 18 de Julio, 1228 | Horário: 13h – 18h
  • Banco Citibank – End: Calle Cerrito, 455 esquina com Calle Misiones (Ciudad Vieja) | Horário: 13h – 18
No Uruguai existem 3 grandes redes de caixas eletrônicos, são elas (click e veja os endereços):

USANDO O VTM (VISA TRAVEL MONEY)

Pra mim essa é a melhor opção para viajar. Sempre aplico nesse cartão a maior quantidade de dinheiro nas viagens.

  • Pontos Positivos: Fácil recarga (a partir de US$ 100,00); senha de segurança por internet; em caso de furto ou perda é possível bloquear o cartão em qualquer lugar do mundo 24h 7 dias da semana por internet ou fone; é possível sacar em caixas automáticos e efetuar compras em débito automático. Em alguns caixas eletrônicos no Uruguai também é possível sacar em dólar.
  • Ponto Negativo: Cada saque é cobrado US$ 2,50 + a taxa do banco proprietário do caixa automático onde você estará efetuando o saque. Em todos os saques no Uruguai existe uma taxa que flutua entre UYU$ 30,00 e UYU$ 50,00 por saque.
  • Dúvidas, entre no site da VISA

CÉDULAS E MOEDAS DO URUGUAI

Pra finalizar nada melhor que os modelos de cédulas e moedas do Uruguai, assim você não chega por lá tão às cegas.
moedas-e-cedulas-peso-uruguaio
Booking.com

Sobre

Júnior Gomes

Júnior Gomes é um cearense cabra da peste, que desde 2009 começou a mochilar e já conquistou 19 carimbadas no seu passaporte. Morou no Sul do Chile e sonha em completar os 50 países até os 50 anos. Fundou o blog para ajudar outros viajantes, priorizando dicas de como viajar muito e gastar pouco. Ao lado dos seus amores, Bel (esposa) e Kika (cadelinha), sonha em curtir um sabático pelo mundo.

2 comentários

7 jul2015
Flávio Marchesoni

Conheci exatamente os mesmos lugares descritos por esse roteiro! Inclusive as famosas “Geométricas”!

Estive em Pucon em 2012, em Julho com minha família (minha esposa em mais uma filha de 17 e um filho que lá completou 15 – o presente dele foi ver um vulcão ao vivo, o Villarica).

Foram as férias mais lindas da nossa família! Povo pra lá de hospitaleiro, visivelmente preocupados com a sua satisfação. ótimas acomodações! Lugares arrebatadores de lindos, paisagens deslumbrantes, comida muito boa e farta, vinhos “da casa” ótimos!

De Pucon até as Termas Geométricas contratamos uma van com um guia/motorista que fez questão de nos contar cada detalhes de tudo o que passávamos (e eles tem muitas histórias por lá); infelizmente fizemos esse passeio no dia anterior do nosso retorno ao Brasil, se tivéssemos feito antes tínhamos voltado! Chegamos lá com o tempo muito frio e nublado, com a garoa querendo transformar em neve.

As termas ficam em um vale íngreme e estreito, com as encostas cheias de samambaias, com muita neblina por conta das águas quentes, parecia coisa do filme Jurassic Park! Na época que fui não havia luz elétrica e, à noite tudo era iluminado com velas! (fantástico, o único porém que cartão de credito ou débito não rolava, só cash) Mas pelo que li esse problema já foi resolvido, que bom pois ficar brincando de fazer “canja brasileña” nas piscinas quentes de lá dá uma sede danada e haja água mineral pra resolver isso!

Recomendo muito e de todos os modos possíveis!

7 jul2015
Janine Sarques

Em janeiro/2015, escolhi o Chile como tema para a próxima redação “como foi minha férias”, rs!
Extremamente sem noção de como organizar e o que fazer, encontrei, nos corredores virtuais, o blog Diário de Mochileiro …. ufa, que alívio, pensei (principalmente quando liguei e o Júnior atendeu!) ! As orientações e apoio do Júnior Gomes foram fundamentais para o sucesso da minha viagem, tanto na prestatividade, quanto no compromisso e valores justos. Foram 10 dias divididos entre Santiago e Pucon e acreditem, sem nenhuma surpresa! Quer viajar (e passar frio) no estilo mochilão, chegar encontrar tudo pronto e não ter dor de cabeça? Junior Gomes é a resposta, rs! Uma dica sobre as Termas geométricas: pra entrar é mais difícil do que sair …. acreditem! Ah, e levem um lanchinho básico … pois cada trecho da viagem tem duração de +- 2h e a água quente dá uma fome danada! Junior, mais uma vez, obrigada por tudo. Abs a todos e boa viagem!

Deixe seu comentário!





*

code