Turismo na Costa Amalfitana, Itália

Olá pessoal! Estou voltando com mais dicas da minha última viagem pela Itália. Dessa vez vou falar um pouco sobre a região sul, mas precisamente Amalfi e Positano. Fomos de carro até Salerno, de onde partem vários passeios via barco. Na cidade existem dois piers, cada um leva para passeios diferente e suas saídas são de hora em hora. Embarcamos e em 30 minutos chegamos a Amalfi. O custo desse trecho é de € 8,00 por pessoa e a viagem é tranquila. De lá pegamos uma outra embarcação e partimos para Positano, levando mais 30 minutos e mais € 8,00. Ambos os trechos possuem uma paisagem linda, com vista para as casinhas grudadas nas montanhas e o lindo mar com tonalidades de verde. Nem preciso dizer que você vai tirar muitas fotos e depois ficará em dúvida de qual é a mais bonita.

Na região da Costa Amalfitana é muito comum se deparar com pratos e guloseimas feitas com limão. Balas, bombons,  licores, sabonete, chocolates, doces… tudo feito de limão! Um dos que eu mais gostei foi o Licor de Limoncello, um drink tipicamente italiano. Ah, vou falar mais, todos os itens citados acima eu usei ou provei. Então fica essa dica para quando você passar por lá.

Outro destaque dessa região é a cerâmica. Existem muitas lojinhas diferentes, vendendo os mais diversificados artigos para casa, presentes… e canecas! Eu sou fã de canecas, faço até coleção e sempre levo uma de cada lugar que passo. Em alguns lugares esse artigo é barato, outros caros. Aqui cheguei a pagar € 18,00 (caro!), mas valeu pelo lindo desenho. Geralmente quando se tem várias lojas de artigos desse tipo, sempre é fácil encontrar muitos artigos iguais, mas por aqui isso foi bem diferente. Sem dúvida esse foi um dos destaques, me estimulando até para comprar mais.

Nas duas cidades (Amalfi e Positano) as opções de restaurantes é bem atraente para os turistas de todos os tipos e bolso. Você come um bom prato de massa a partir de € 8,00, mas opte pelos restaurantes fora do eixo dos turistas, assim você é mais bem atendido e paga bem menos. Após o almoço aproveite para caminhar nas ruazinhas estreitas da região central, pois os carros só são liberados as 13h. Depois disso o espaço é pequeno e você terá que dividir o passeio com pessoas, carros, caminhonetas e motos.

Se sua caminhada terminar na praia, fique ligado! No verão as praias ficam lotadas, devido ao período de férias na Europa. Por lá não existem infra estrutura costeira como em muitas praias do nordeste brasileiro. O jeito é alugar guarda sol, cadeira e depois curtir um lindo mar com pessoas super diferentes ao seu redor. Preços: 2 cadeiras + 1 guarda sol = € 12,00. Opa, ia esquecendo… as praias são de pedras, por esse motivo é fácil ver a moda “Crocs” caminhando por lá, detalhe… alguns com “meias” de hidroginástica. Outro acessório bem comum: colchão inflável! Se vai tomar um banho, cuidado! A água é bastante fria e as pedras também não ajudam.

Resumindo, o dia foi super especial, só faltou uma uma barraquinha na praia vendendo camarão, caipirinha, cerveja gelada…

Na próxima viagem quero fazer o mesmo na Ilha de Capri!

Ci vediamo prossimo post o/
Débora Giusto

Booking.com

Sobre

Júnior Gomes

Júnior Gomes é um cearense cabra da peste, que desde 2009 começou a mochilar e já conquistou 19 carimbadas no seu passaporte. Morou no Sul do Chile e sonha em completar os 50 países até os 50 anos. Fundou o blog para ajudar outros viajantes, priorizando dicas de como viajar muito e gastar pouco. Ao lado dos seus amores, Bel (esposa) e Kika (cadelinha), sonha em curtir um sabático pelo mundo.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário!





*

code