Chelagarto Hostel – Montevidéu | Hospedagem de Qualidade e Preço Justo

Vamos falar de Hostel? Adoro esse tema, ainda mais quando falamos do Chelagarto Hostel, nosso parceiro desde 2011. Já estivemos em vários hostels da rede: Santiago, Buenos Aires, Rio de Janeiro, Paraty e Búzios. No Mochilão 2014 tivemos o prazer de conhecer e nos hospedar nos hostels de Montevidéu, Colônia del Sacramento e retornar no de Buenos Aires. Só que dessa vez eu fui acompanhado com a Bel e ela estava cheia de dúvidas se hospedar em albergues. Pessoal, isso é bem natural para brasileiros! Não temos a cultura desse tipo de hospedagem no Brasil, embora isso esteja mudando. Coloquei pra ela a minha experiência em mais de 50 hostels ao longo da vida de mochila e ela ficou mais tranquila, inclusive propus caso ela não gostasse, irmos para um hotel.

chelagarto-hostel-montevideo-recepcao

Chegamos em Montevidéu por volta das 14h no Terminal Tres Cruces, após uma maratona de 15h de bus vindo de Porto Alegre. Mesmo cansados resolvemos ir a pé até o hostel, uns 10min de caminhada. Queria passar para os leitores que realmente era possível chegar a pé e explicar como era fácil e estratégica a localização do hostel. Não deu outra, muito fácil chegar e levamos 8min!

mapa-caminhando-para-chelagarto-598

A fachada do hostel é bem estilo uruguaio, com tijolinhos rústicos, mas por dentro o prédio é todo moderno. Na recepção muita gente jovem, boa musica e atendimento nota 10 do staff da casa. Fizemos o check-in, conhecemos as áreas comuns e as regras do hostel. O local não é grande, mas muito aconchegante, tudo bem pensado para deixar os hospedes à vontade. Nossa suite era no 4º andar (tem elevador), ampla,com tv a cabo, banho quente, lareira, limpeza todos os dias e com direito a varandinha.

chelagarto-montevideo-quarto-1

chelagarto-montevideo-quarto-2

Facilidades é uma das coisas que mochileiro gosta, então vamos lá! O café da manhã não é estilo brasileiro, mas tem boas opções (pode melhorar). O WiFi pega em todos os andares, a cozinha é bem equipada e com geladeira para uso comum. Se você não levou seus widgets, na recepção tem pc’s para uso publico. Na redondeza tem bons supermercados, farmácias, padarias, a parada de bus é na esquina, tem barzinhos bem legais próximos também… tudo que você precisa tem pertinho. Se a bebida acabou é só comprar na recepção com preço acessível.

chelagarto-montevideo-cafe-da-manha

chelagarto-montevideo-cafe-da-manha

Ficamos em Montevidéu por 5 dias, curtimos muito e fiz uma coisa que adoro em hostel… COZINHAR! Nesses momentos aproveitamos para conhecer a galera, fazer novas amizades, trocas dicas de viagem e quebrarmos aquele velho preconceito de albergue. Alias, lembra que a Bel estava com receio de ficar em hostel? Pois é, ela agora não quer outra vida… adorou!

chelagarto-montevideo-cozinha

chelagarto-montevideo-jantar

chelagarto-montevideo-staff

Essas são nossas dicas para quando você for para Montevidéu, o Chelagarto é uma boa opção de hospedagem, bem localizado e preço justo.

Serviço:

Reservas:

Site Oficial do Chelagarto Hostel – www.chelagarto.com

Localização :

Calle Colonia 2063 – Montevidéu

Quanto Custa?

  • Quarto Privado entre R$ 90,00 e R$ 150,00
  • Quarto Compartilhado entre R$ 27,00 e R$ 36,00
  • Os preços podem sofrer variação conforme o câmbio do dolar

Serviços Disponíveis

  • Computador com Internet
  • WiFi em todos os andares
  • Área de TV
  • Cozinha
  • Lockers
  • Terraço (estava em reforma)
  • Café da Manhã
  • Água Quente 24hs
  • Serviço de Limpeza
  • Informações Turísticas
  • Toalhas (disponíveis para quartos privados)

*Agradecemos o Chelagarto Hostel pelo convite.

Booking.com

Sobre

Júnior Gomes

Júnior Gomes é um cearense cabra da peste, que desde 2009 começou a mochilar e já conquistou 19 carimbadas no seu passaporte. Morou no Sul do Chile e sonha em completar os 50 países até os 50 anos. Fundou o blog para ajudar outros viajantes, priorizando dicas de como viajar muito e gastar pouco. Ao lado dos seus amores, Bel (esposa) e Kika (cadelinha), sonha em curtir um sabático pelo mundo.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário!





*

code