Chelagarto Hostel – Montevidéu | Hospedagem de Qualidade e Preço Justo

Vamos falar de Hostel? Adoro esse tema, ainda mais quando falamos do Chelagarto Hostel, nosso parceiro desde 2011. Já estivemos em vários hostels da rede: Santiago, Buenos Aires, Rio de Janeiro, Paraty e Búzios. No Mochilão 2014 tivemos o prazer de conhecer e nos hospedar nos hostels de Montevidéu, Colônia del Sacramento e retornar no de Buenos Aires. Só que dessa vez eu fui acompanhado com a Bel e ela estava cheia de dúvidas se hospedar em albergues. Pessoal, isso é bem natural para brasileiros! Não temos a cultura desse tipo de hospedagem no Brasil, embora isso esteja mudando. Coloquei pra ela a minha experiência em mais de 50 hostels ao longo da vida de mochila e ela ficou mais tranquila, inclusive propus caso ela não gostasse, irmos para um hotel.

chelagarto-hostel-montevideo-recepcao

Chegamos em Montevidéu por volta das 14h no Terminal Tres Cruces, após uma maratona de 15h de bus vindo de Porto Alegre. Mesmo cansados resolvemos ir a pé até o hostel, uns 10min de caminhada. Queria passar para os leitores que realmente era possível chegar a pé e explicar como era fácil e estratégica a localização do hostel. Não deu outra, muito fácil chegar e levamos 8min!

mapa-caminhando-para-chelagarto-598

A fachada do hostel é bem estilo uruguaio, com tijolinhos rústicos, mas por dentro o prédio é todo moderno. Na recepção muita gente jovem, boa musica e atendimento nota 10 do staff da casa. Fizemos o check-in, conhecemos as áreas comuns e as regras do hostel. O local não é grande, mas muito aconchegante, tudo bem pensado para deixar os hospedes à vontade. Nossa suite era no 4º andar (tem elevador), ampla,com tv a cabo, banho quente, lareira, limpeza todos os dias e com direito a varandinha.

chelagarto-montevideo-quarto-1

chelagarto-montevideo-quarto-2

Facilidades é uma das coisas que mochileiro gosta, então vamos lá! O café da manhã não é estilo brasileiro, mas tem boas opções (pode melhorar). O WiFi pega em todos os andares, a cozinha é bem equipada e com geladeira para uso comum. Se você não levou seus widgets, na recepção tem pc’s para uso publico. Na redondeza tem bons supermercados, farmácias, padarias, a parada de bus é na esquina, tem barzinhos bem legais próximos também… tudo que você precisa tem pertinho. Se a bebida acabou é só comprar na recepção com preço acessível.

chelagarto-montevideo-cafe-da-manha

chelagarto-montevideo-cafe-da-manha

Ficamos em Montevidéu por 5 dias, curtimos muito e fiz uma coisa que adoro em hostel… COZINHAR! Nesses momentos aproveitamos para conhecer a galera, fazer novas amizades, trocas dicas de viagem e quebrarmos aquele velho preconceito de albergue. Alias, lembra que a Bel estava com receio de ficar em hostel? Pois é, ela agora não quer outra vida… adorou!

chelagarto-montevideo-cozinha

chelagarto-montevideo-jantar

chelagarto-montevideo-staff

Essas são nossas dicas para quando você for para Montevidéu, o Chelagarto é uma boa opção de hospedagem, bem localizado e preço justo.

Serviço:

Reservas:

Site Oficial do Chelagarto Hostel – www.chelagarto.com

Localização :

Calle Colonia 2063 – Montevidéu

Quanto Custa?

  • Quarto Privado entre R$ 90,00 e R$ 150,00
  • Quarto Compartilhado entre R$ 27,00 e R$ 36,00
  • Os preços podem sofrer variação conforme o câmbio do dolar

Serviços Disponíveis

  • Computador com Internet
  • WiFi em todos os andares
  • Área de TV
  • Cozinha
  • Lockers
  • Terraço (estava em reforma)
  • Café da Manhã
  • Água Quente 24hs
  • Serviço de Limpeza
  • Informações Turísticas
  • Toalhas (disponíveis para quartos privados)

*Agradecemos o Chelagarto Hostel pelo convite.

Booking.com

Sobre

Júnior Gomes

Júnior Gomes é um cearense cabra da peste, que desde 2009 começou a mochilar e já conquistou 19 carimbadas no seu passaporte. Morou no Sul do Chile e sonha em completar os 50 países até os 50 anos. Fundou o blog para ajudar outros viajantes, priorizando dicas de como viajar muito e gastar pouco. Ao lado dos seus amores, Bel (esposa) e Kika (cadelinha), sonha em curtir um sabático pelo mundo.

14 comentários

7 jul2015
Ricardo

Júnior, para fazer os passeios do Cerro Catedral e Cerro Campanário é necessário contratar empresa de turismo ? Nestes pontos existe lanchonetes ou restaurantes ? Tem algum sugestão destes ?

    15 jul2015

    Ricardo,
    Sim é melhor fazer com empresa, recomendo a Barlan Travel.
    Tem restaurante e lanchonete.

26 jun2015
Julio Gouv~ea

Boa tarde Júnior, tudo bem?
Parabéns pelos seus posts estou curtindo muito lendo-os.
Seguinte, vou para Bariloche agora no mês de agosto e gostaria de saber se além das roupas e botas, também são alugadas luvas.
Forte abraço!

    15 jul2015

    Julio,
    Alugue tudo por lá, não vale a pena comprar ou levar peso do Brasil.

24 jun2015
Mara Salaroli

Olá Junior
Estaremos em Bariloche nos dias : 02/07 a 10/07/2015. Eu, meu esposo, meus filhos de 14 e 16 anos. Gostaria de saber mais ou menos qual o valor do de roupas para todos esses dias ? ou se compensa eu comprar e levar do Brasil? A diferença de preço entre o Brasil e Bariloche compensa? Estou te perguntando, porque alguma pessoas me disseram que na Alta Temporada o preço é bem parecido com o o do Brasil. No aguardo. Grata Mara

24 jun2015
Jéssica

Olá, Junior!

Irei viajar para Bariloche em Julho e estou com uma dúvida. Não irei comprar roupas para esse frio. Minha intenção, desde o inicio é alugar. Mas lendo alguns posts eu fiquei meio confusa. Essas lojas alugam roupa para o frio ou roupas específicas para praticas de esportes na neve? Se eu quiser alugar essas roupas apenas para passar o dia, tem como?

9 mar2015
Fernanda Heloisa

gostaria de saber que moeda eu levo para Bariloche..dólar /real / trocar aqui ou lá ?
vou com 3 crianças vc sabe me dizer quanto em media vou gastar para alugar roupas para 5 pessoas

    10 mar2015

    Fernanda,
    Na situação que estamos o melhor é levar Real mesmo e trocar no Câmbio Blue (não oficial). Entre em contato com essa loja por email e eles te passam os preços atuais!

1 ago2014
Monique

Olá! Para esquiar, essas botas que vc alugou serve ou tem que ser uma específica para ski? Sabe dizer se eles fazem cambio peso real? Obrigada

19 jun2014
Suelma

Gostaria de saber sobre as roupas especificas pra neve, como as que devem ser ultilizadas nos passeios aos cerros e praticas de ski por exemplo…ja saimos do hotel com estas roupas ou veste-se só no local? sei que a pergunta é tola, mais vai me ajudar bastante se responder obriada

    19 jun2014

    Suelma, boa tarde!
    Fica tranquila, nenhuma pergunta é tola, estamos aqui para isso mesmo 🙂 Com minhas perguntas assim já ajudei muita gente como vc.
    Bem, quanto as roupas, nós em um dos passeios da Laguna Congelada levamos as roupas e colocamos por cima da outra que estávamos lá, isso vai depender do frio do dia. Tem gente que fica o dia todo empacotado com as roupas de frio, que são meio grosseiras e pesadas para andar. Eu mesmo não gosto, por isso preferi ir com outra por baixo e retirar a especifica para a neve. No nosso caso, na volta do passeio descemos antes do hotel para resolvermos outras coisas, mais um motivo para ficar com roupas “normais”.

13 jun2014

Nossa que viagem maravilhosa!
Eu fiquei só viajando aqui no post e nas fotos muito legal mesmo.
Se um dia eu for á Bariloche, Argentina já estarei preparado com essas dicas de turismo.
Amei as dicas Júnior, parabéns pelo artigo.

    14 jun2014

    Obrigado Carlos!
    Bariloche é uma cidade mágica. Fica ligado que em breve postaremos mais coisas 🙂

Deixe seu comentário!





*

code