Brasil – Recife | Parque de Esculturas Francisco Brennand

O Parque de Esculturas Francisco Brennand foi inaugurado em 29 de dezembro 2000, idealizado pelo artista pernambucano que dá nome ao parque, integrando o projeto “Eu vi o mundo… Ele Começava no Recife” para comemoração dos 500 anos de descobrimento do Brasil, assim como diz a plaquinha explicativa. Construído ali em cima do molhe dos arrecifes e de frente para o Marco Zero, não dá pra passar despercebido.

E realmente ele não passou, na época o projeto gerou toda uma discussão sobre a torre farol, hoje “Coluna de Cristal”, a escultura central do parque, o artista – Francisco Brennand – desistiu do projeto, depois voltou atrás e o modificou, e o que muita gente enxergava como fálico, passou a ser elíptico, não me questionem a diferença, também não é coerente para mim, e está lá medindo 32m no centro do parque para todo mundo ver, e segundo o artista, simboliza na sua verticalidade, uma árvore encimada por uma grande flor elíptica, inspirada numa flor descoberta pelo paisagista Roberto Burle Marx, numa floresta equatorial, chamada Flor de Cristal.

Coluna de Cristal - Obra de Francisco Brennand no centro do parque | photos by Cíntia Rodrigues

Passada toda polêmica, o parque segue firme e forte como atração turística, com um conjunto de 90 esculturas: as sereias ao fundo os pássaros-roca à frente, ovo primordial da obra de Brennand e outros animais que eu não sei identificar. Eu, particularmente, acho o lugar bacana, dá pra fazer uma caminhada por cima dos arrecifes ir até o farol adiante, se você é disposto, tem gente que vai lá pescar, fazer foto, tomar sol, cada um aproveitando do seu jeito.

Parque de esculturas Francisco Brennand | photos by Cíntia Rodrigues

Parque de esculturas Francisco Brennand | photos by Cíntia Rodrigues

Para chegar até o parque é bem simples, basta tomar um barquinho, que custa R$5,00 por pessoa, a lotação é até 6. É divertido, o barqueiro vai conversando e dizendo que tá indo devagar pra gente não se molhar, eu até pensei em pedir com emoção pra ver se molhava mesmo, mas desisti, antes de ir ao parque, como era hora de almoço dei uma paradinha no Casa de Banhos, um restaurante, o barqueiro me deixou lá e ficou esperando pra me levar ao parque, dá pra ir a pé do restaurante até lá, tudo fica na mesma linha dos arrecifes.

Restaurante Casa de Banhos | photos by Cíntia Rodrigues

Antes que eu esqueça, se você não gosta de barquinhos existe um acesso de carro, para quem vem ao parque por Brasília Teimosa é possível se chegar até o restaurante e depois se vai caminhando, eu prefiro o barquinho dá pra aproveitar melhor a paisagem.


Links Relacionados
1. Brasil – Pernambuco | O Bairro do Recife Antigo

VISITE RECIFE !!!

E você, o que achou desse post? Deixe seu comentário!

Para mais dicas de viagem como essa, siga o Diário de Mochileiro e seus editores no Twitter:

Cíntia Rodirgues Sobre Cíntia Rodrigues

Cíntia Rodrigues é pernambucana, professora de português, estudante de Museologia. Ouve mais que fala e adora contemplar, percebeu que mochilar é uma excelente oportunidade para observar o mundo com a calma e a profundidade que ela mesma estabelece e, assim, se permitir as experiências de descobrir o outro e sua cultura sem tantos prejulgamentos. Contatos: Twitter Facebook Email

Já conhece nossa página no Facebook?

Booking.com

Sobre

Júnior Gomes

Júnior Gomes é um cearense cabra da peste, que desde 2009 começou a mochilar e já conquistou 19 carimbadas no seu passaporte. Morou no Sul do Chile e sonha em completar os 50 países até os 50 anos. Fundou o blog para ajudar outros viajantes, priorizando dicas de como viajar muito e gastar pouco. Ao lado dos seus amores, Bel (esposa) e Kika (cadelinha), sonha em curtir um sabático pelo mundo.

4 comentários

2 maio2015
OrlandoManoel dos Santos

Entre set e out/2015, eu e minha esposa estaremos viajando para Gramado em veículo próprio, minha idéia é um turismo de aventura e economica, penso em ficar no Parque da Cachoeira -entre Canela e São Fco de Paula, é uma boa opção? Grato

8 fev2015
christian

somos uruguaios, e parabens com sua informacao, gostaria de saber si o caminho por a rota do sol a alguma cachoira,? obrigado

    8 fev2015

    Hola Christian,
    Infelizmente não sei te informar, mas acredito que tenha sim.
    Sei que na região de Cambará do Sul é possível ver várias.
    Abs!

Deixe seu comentário!





*

code