Visite o Jardim Japonês em Fortaleza

Esse é o mais novo point dos fortalezenses e turistas que passeiam pela Beira Mar de Fortaleza. Local agradável, com um lindo projeto arquitetônico, em meio a grande prédios e o calcadão da avenida. Agradável para um passeio em família no final de tarde ou a noite, quando é possível apreciar sua iluminação típica japonesa, contrastando com a modernidade e luxo dessa região da cidade. As opiniões sobre o lugar são diversas, positivas ou negativas, mas a grande verdade é que ele está lá, vermelho e imponente! Quer saber mais sobre o jardim e o que eu acho sobre ele, acompanhe esse post.

SOBRE O JARDIM E SEU HOMENAGEADO

O espaço levou mais de 2 anos para ser construído e custou cerca de 2 milhões de reais, possui 1.900 m² e cerca de 50 espécie de plantas que compõe o projeto paisagista de Salomão Nogueira. Foi inaugurado em 11 de abril de 2011, em homenagem ao primeiro imigrante japonês que chegou a Fortaleza no ano de 1923, o Sr. Jussaku Fujita (rebatizado como Francisco Guilherme Fujita). O homenageado nasceu no Japão em 1907, constituiu família em Fortaleza e teve 14 filhos. Faleceu aos 90 anos (em 1997). A cosntrução do jardim também foi uma homenagem aos 285 anos da cidade.

LOCALIZAÇÃO

Está localizado no metro quadrado mais caro da capital cearense na Av. Beira Mar, entre as ruas João Napoleão e Julio de Carvalho, onde antes era conhecido como Morro/Rampa do Granvile. Para chegar até aqui é bem fácil, basta caminhar no calçadão sentido Mercado dos Peixes (sol nascente). Para quem está na Feirinha de Artesanatos da Beira Mar, fica somente a 300mts do jardim, em frente as quadras de vôlei de praia (pracinha dos stressados!).

VISITAS E ATRAÇÕES

O espaço está aberto ao público todos os dias, das 8h-00h com entrada gratuita. A prefeitura em parceria com a secretaria de esportes do município, oferta aulas de Tai Chi Chuan as terças e quintas (17h as 17h50). Reserve 30 minutos para esse passeio, o local é pequeno, agradável e merece boas fotos.

NOSSA EXPERIÊNCIA

Se você conhece outros espaços como esse, tipo o de Buenos Aires ou de La Serena (Chile), vai se decepcionar um pouco. Acho o Jardim bonito, aconchegante, mas simples para uma cidade do porte de Fortaleza. Sinceramente, não chamaria de jardim e sim de Puxadinho Japonês que custou 2 milhões de reais para o bolso do povo de Fortaleza. Pronto falei! Só lembrando que nosso jardim não possui nenhum peixe, pois o orçamento da obra não deu para comprar. No entanto, recomendo a visita.

Booking.com

Sobre

Júnior Gomes

Júnior Gomes é um cearense cabra da peste, que desde 2009 começou a mochilar e já conquistou 19 carimbadas no seu passaporte. Morou no Sul do Chile e sonha em completar os 50 países até os 50 anos. Fundou o blog para ajudar outros viajantes, priorizando dicas de como viajar muito e gastar pouco. Ao lado dos seus amores, Bel (esposa) e Kika (cadelinha), sonha em curtir um sabático pelo mundo.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário!





*

code