Brasil – Ceará | Visite o Centro de Fortaleza

Você é daqueles que pensa que Fortaleza só tem lindas praias, boas baladas e muita curtição. Pois é, você com toda certeza não conhece o outro lado da cidade que oferece aos turistas muitas opções culturais e o melhor, gastando muito pouco. Como em muitas capitais brasileiras, Fortaleza vem buscando resgatar sua história atraindo o público local/turistas para o centro da cidade. Sem dúvida, o centro foi e será sempre palco vivo da história de uma cidade, seja com suas praças, museus, teatros, mercados, centro culturais e outros sítios turísticos.

Em um belo sábado de sol (bem comum em Fortaleza), nós do Diário de Mochileiro juntamente com nosso blog parceiro Vou Contigo (Átila Ximenes), fizemos um excelente tour de 5 horas pelos principais pontos turísticos do centro da capital cearense. Além de praia e a brisa do mar, Fortaleza não perde para nenhuma capital brasileira em aspectos culturais, ela tem teatros, mercados, centros culturais, parques aquáticos e mais. Logo no início de nossa jornada fomos surpreendidos pelo Forte de Nossa Senhora de Assunção (Ponto A no mapa), marco inicial de nossa cidade, construído pelo capitão holandês Matias Beck em 1649 e desde 1942 é sede do Quartel-General da 10a. Região Militar do Exército Brasileiro. A fortaleza está localizado em frente ao Mercado Central Municipal, que deixaremos para falar um pouco mais frente do post.

Forte de Nossa Senhora de Assunção (Ponto A no mapa)

Seguindo nosso tour, depois de uma quadra (na lateral do forte) visitamos o Passeio Público (Ponto B no mapa), também intitulada Praça dos Mártires. O local foi totalmente revitalizado pela prefeitura e hoje serve de palco para um passeio descontraído aos sábado.  Nesse dia também é bastante movimentado por conta da maravilhosa feijoada servida no Café Passeio, sempre bem acompanhada do grupo de chorinho que trata de deixar o local ainda mais agradável.

Passeio Público (Ponto B no mapa)

Passeio Público (Ponto B no mapa)

Passeio Público (Ponto B no mapa)

Saindo do Passeio Público, caminhamos mais duas quadras e chegamos na antiga Cadeia Pública da cidade. Hoje conhecida como Emcetur (Ponto C no mapa), abriga um das boas centrais de artesanatos do estado, com mais de 100 lojas que comercializando produtos tipicamente cearenses. Não deixe de visitar também o Museu de Arte e Cultura Populares e o Museu da Mineralogia, no andar superior da edificação.

Emcetur (Ponto C no mapa)

Emcetur (Ponto C no mapa)

Continuando nossa caminhada e uma quadra depois chegamos na Estação Central de Fortaleza Professor João Felipe (Ponto D no mapa). Atualmente utilizado por linhas de trem da região metropolitana. O local não é um dos melhores pontos turísticos, mas faz parte da história de nossa cidade e vale a pena conhecer.

Estação Central de Fortaleza Professor João Felipe (Ponto D no mapa)

Saindo da Rua Dr. João Moreira, por qual andamos até o momento, seguimos rumo ao Theatro José de Alencar  (Ponto E no mapa). Nesse percurso iremos passar pelo “quente” do centro e os cuidados com pertences são sempre importantes, nada que possa assustar, mas prevenção é sempre bom quando se caminha por regiões movimentadas. O trecho é curto pela Rua General Sampaio, são somente quatro quadras até chegarmos na Praça José de Alencar, onde já é possível avistar o teatro ao fundo. Sem dúvida alguma a edificação é muito bela, se tornando ícone da arquitetura cearense desde sua fundação. Existem visitas guiadas todos os dias, custo R$ 4,00 (estudante paga meia).

Theatro José de Alencar (Ponto E no mapa)

Após os encantos do Alencar, seguimos caminho pela rua peatonal Guilherme Rocha, também bastantes conhecida dos fortalezenses pelo grande número de lojas e ultimamente pelos vendedores autônomos.  Após 15min estávamos na agradável Praça do Ferreira (Ponto F no mapa), ponto de encontro predileto dos jovens de terceira idade. Aproveite o local, descanse em um de seus grandes bancos, curta a brisa litorânea e divirta-se com os diversos estilos de artistas e pessoas que passam pela praça mais importante de Fortaleza.

Praça do Ferreira (Ponto F no mapa) | photo by www.voucontigo.net.br

Agora que descansamos e degustamos um delicioso Picolé Pardal de Tapioca (existem vários ambulantes vendendo nos carrinhos), vamos seguir nosso tour! Caminhando 100mts pela Rua Floriano Peixoto esquina com Rua São Paulo, encontramos a primeira instituição museológica oficial do Estado, o Museu do Ceará (Ponto G no mapa). O acervo do museu do bastante variado, resultado de compras e, sobretudo, de doações de particulares e instituições públicas.  Funciona de ter-dom | 8h30 – 17h | Entrada R$ 2,00.

Museu do Ceará (Ponto G no mapa)

O Museo do Ceará está localizado bem ao lado da Praça General Tibúrcio (Ponto G no mapa) ou como é popularmente chamada Praça dos Leões. Ao lado também fica a Academia Cearense de Letras, tendo como destaque na mesma praça uma estátua em tamanho natural da escritora Rachel de Queiroz sentada em um banco da praça.

Praça dos Leões (Ponto G no mapa) | Estátua da escritora Rachel de Queiroz

Descendo a escadaria da Praça do Leões, chegamos a Rua Conde D’eu, onde já conseguimos observar as torres de 75 mts de altura da Catedral de Fortaleza (Igreja da Sé) (Ponto H no mapa). Inaugurada em 1978 após 40 anos do início de suas obras, a Catedral de Fortaleza se destaca pela arquitetura gótica e seus vitrais franceses.

Catedral de Fortaleza (Igreja da Sé) (Ponto H no mapa)

Conseguimos então chegar ao nosso ponto de partida, o Mercado Central Municipal (Ponto H no mapa). Aqui é possível encontrar os mais diversos tipos de presentes para você levar de recordação do nosso querido Ceará, desde a Castanha de Cajú até Bordados de fina qualidade. Venha com tempo para caminhar e pesquisar pelos melhores preços!

Mercado Central Municipal (Ponto I no mapa)

Mercado Central Municipal (Ponto I no mapa)

Esse foi o nosso passeios cultural e super barato!

Custos Totais: R$ 30,00 = Almoço (Feijoada + Cerveja), entradas, estacionamento, água e picolé

Dica: Não tem tempo para fazer o Tour Completo? Então opte em visitar os pontos de Ouro desse passeio

  • Theatro José de Alencar
  • Mercado Central Municipal
  • EMCETUR (aqui você encontra artesanatos bem diferenciados e exclusivos)
  • Catedral de Fortaleza

Booking.com

Sobre

Júnior Gomes

Júnior Gomes é um cearense cabra da peste, que desde 2009 começou a mochilar e já conquistou 19 carimbadas no seu passaporte. Morou no Sul do Chile e sonha em completar os 50 países até os 50 anos. Fundou o blog para ajudar outros viajantes, priorizando dicas de como viajar muito e gastar pouco. Ao lado dos seus amores, Bel (esposa) e Kika (cadelinha), sonha em curtir um sabático pelo mundo.

2 comentários

7 jul2015
Flávio Marchesoni

Conheci exatamente os mesmos lugares descritos por esse roteiro! Inclusive as famosas “Geométricas”!

Estive em Pucon em 2012, em Julho com minha família (minha esposa em mais uma filha de 17 e um filho que lá completou 15 – o presente dele foi ver um vulcão ao vivo, o Villarica).

Foram as férias mais lindas da nossa família! Povo pra lá de hospitaleiro, visivelmente preocupados com a sua satisfação. ótimas acomodações! Lugares arrebatadores de lindos, paisagens deslumbrantes, comida muito boa e farta, vinhos “da casa” ótimos!

De Pucon até as Termas Geométricas contratamos uma van com um guia/motorista que fez questão de nos contar cada detalhes de tudo o que passávamos (e eles tem muitas histórias por lá); infelizmente fizemos esse passeio no dia anterior do nosso retorno ao Brasil, se tivéssemos feito antes tínhamos voltado! Chegamos lá com o tempo muito frio e nublado, com a garoa querendo transformar em neve.

As termas ficam em um vale íngreme e estreito, com as encostas cheias de samambaias, com muita neblina por conta das águas quentes, parecia coisa do filme Jurassic Park! Na época que fui não havia luz elétrica e, à noite tudo era iluminado com velas! (fantástico, o único porém que cartão de credito ou débito não rolava, só cash) Mas pelo que li esse problema já foi resolvido, que bom pois ficar brincando de fazer “canja brasileña” nas piscinas quentes de lá dá uma sede danada e haja água mineral pra resolver isso!

Recomendo muito e de todos os modos possíveis!

7 jul2015
Janine Sarques

Em janeiro/2015, escolhi o Chile como tema para a próxima redação “como foi minha férias”, rs!
Extremamente sem noção de como organizar e o que fazer, encontrei, nos corredores virtuais, o blog Diário de Mochileiro …. ufa, que alívio, pensei (principalmente quando liguei e o Júnior atendeu!) ! As orientações e apoio do Júnior Gomes foram fundamentais para o sucesso da minha viagem, tanto na prestatividade, quanto no compromisso e valores justos. Foram 10 dias divididos entre Santiago e Pucon e acreditem, sem nenhuma surpresa! Quer viajar (e passar frio) no estilo mochilão, chegar encontrar tudo pronto e não ter dor de cabeça? Junior Gomes é a resposta, rs! Uma dica sobre as Termas geométricas: pra entrar é mais difícil do que sair …. acreditem! Ah, e levem um lanchinho básico … pois cada trecho da viagem tem duração de +- 2h e a água quente dá uma fome danada! Junior, mais uma vez, obrigada por tudo. Abs a todos e boa viagem!

Deixe seu comentário!





*

code