Bolívia – Expedição Salar de Uyuni | 3º Dia – Cemitério de Trens em Uyuni

Estamos chegando quase no final da nossa trip pelo Salar de Uyuni. No post passado – Bolívia – Expedição Salar de Uyuni | 3º Dia – Extração de Sal (Salinas) e Pueblo de Colchaní – visitamos as Salinas e o Pueblo de Colchani.  Nas salinas aprendemos sobre a história do salar, suas riquezas e a exploração. Depois conhecemos um pouco da cultura local em Colchani, compramos artesanatos e seguimos viagem para a cidade de Uyuni. Nesse 11º post da série iremos falar sobre o Cemitério de Trens de Uyuni, um local também cheio de histórias, acompanhe…

CEMITÉRIO DE TRENS

No início do século passado, a Bolívia investiu pesado na exportação de minérios. Para escoar essa produção, foi construída uma grande malha ferroviária que tinha como ponto principal a região de Potosí, departamento (estado) que a cidade de Uyuni faz parte. Infelizmente na década de 40, o grande comboio começou a parar devido a crise na área de mineração, ficando de lembrança somente restos enferrujados das poderosas maquinas.

O governo pensou em fazer um grande museo de trens na região, mas o tempo foi passado e nada saiu do papel. Hoje o local está abandonado, cheio de maquinas enferrujadas no meio do nada. Aí você pergunta – “O que eu vou fazer num lugar desses? Vale a pena conhecer?” –  Sim, claro que sim. Primeiro pela história, segundo por fazer parte do conjunto dessa viagem e terceiro pelas fotos!

Para chegar até o  local é super fácil. Se sua expedição saí de Uyuni, o cemitério será sua primeira parada. Se sair do Atacama o cemitério de trens será sua última parada antes de chegar na cidade de Uyuni. No nosso caso fomos até a cidade e voltamos na parte da tarde. Também é possível fazer o passeio contratando um táxi na cidade por uns U$ 5,00 (ida e volta). Vá preparado com água, protetor solar e uma maquina fotográfica. Tenho certeza que você vai sacar boas e interessantes fotos.

No próximo post finalizaremos essa viagem falando da cidade de Uyuni. Fiquem ligados!

TODOS OS POSTS DA SÉRIE- EXPERDIÇÃO SALAR DE UYUNI

INTRODUÇÃO

BOLÍVIA – EXPEDIÇÃO SALAR DE UYUNI | DICAS

1º DIA

BOLÍVIA – EXPEDIÇÃO SALAR DE UYUNI | 1º DIA
BOLÍVIA – EXPEDIÇÃO SALAR DE UYUNI | 1ª NOITE
BOLÍVIA – EXPEDIÇÃO SALAR DE UYUNI | SOROCHE O MAL DA ALTITUDE

2º DIA

BOLÍVIA – EXPEDIÇÃO SALAR DE UYUNI | 2º DIA
BOLÍVIA – EXPEDIÇÃO SALAR DE UYUNI | 2ª NOITE

3º DIA

BOLÍVIA – EXPEDIÇÃO SALAR DE UYUNI | 3º DIA – O DESERTO DE SAL
BOLÍVIA – EXPEDIÇÃO SALAR DE UYUNI | 3º DIA – ISLA DEL PESCADO
BOLÍVIA – EXPEDIÇÃO SALAR DE UYUNI | 3º DIA – HOTEL DE SAL PLAYA BLANCA
BOLÍVIA – EXPEDIÇÃO SALAR DE UYUNI | 3º DIA – EXTRAÇÃO DE SAL (SALINAS) E PUEBLO DE COLCHANÍ
BOLÍVIA – EXPEDIÇÃO SALAR DE UYUNI | 3º DIA – CEMITÉRIO DE TRENS EM UYUNI
BOLÍVIA – EXPEDIÇÃO SALAR DE UYUNI | 3º DIA – CIDADE DE UYUNI

E você, o que achou desse post? Deixe seu comentário!

Para mais dicas de viagem como essa, siga o Diário de Mochileiro no Twitter:

Júnior  Gomes Sobre Júnior Gomes

Júnior Gomes é analista de planejamento (Contact Center) e estudante de ADS. Mochileiro de plantão, curioso por internet, mídias sociais e pela área de turismo. Adora viajar (gastando pouco!), conhecer pessoas e culturas diferentes. Sua nova descoberta é a fotografia e sonha
com um ano sabático. Contatos: Twitter Facebook Email

Booking.com

Sobre

Júnior Gomes

Júnior Gomes é um cearense cabra da peste, que desde 2009 começou a mochilar e já conquistou 19 carimbadas no seu passaporte. Morou no Sul do Chile e sonha em completar os 50 países até os 50 anos. Fundou o blog para ajudar outros viajantes, priorizando dicas de como viajar muito e gastar pouco. Ao lado dos seus amores, Bel (esposa) e Kika (cadelinha), sonha em curtir um sabático pelo mundo.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário!





*

code