Buenos Aires | Tango e Futebol: conhecendo duas paixões Argentinas

Sim, eu sou brasileiro e amo a Argentina. Nada de preconceitos, rivalidades ou qualquer outro sentimento negativo. A paixão pelo país começou logo em meus primeiros dias na capital Buenos Aires. Admiro muito a forma como nossos hermanos e vizinhos curtem a vida de forma intensa. Quer dois exemplos disso? A música e o futebol. Dois elementos que podem também ser traduzidos para Tango e Boca Juniors, dois grandes símbolos portenhos. O viajante que conhece a cidade deve separar obrigatoriamente um dia para visitar o bairro La Boca e o Caminito, muito próximos um do outro.

2º #DiarioOnTheRoad - Buenos Aires - Tango no Caminito | Photo by Rafael Cardoso @Cariocaemfuga

2º #DiarioOnTheRoad – Buenos Aires – Tango no Caminito | Photo by Rafael Cardoso @Cariocaemfuga

Do Hostel Che Lagarto, basta se dirigir até a Plaza de Mayo e descer até a Avenida Paseo Colón, onde passam os ônibus 64 ou 152. Em 20 minutos, estamos no bairro La Boca, pagando apenas 1,20 pesos argentinos. Vale lembrar que em Buenos Aires os ônibus só aceitam moedas. Uma vez no bairro que abriga a sede do principal time argentino, senti todo o clima futebolístico que envolve a região. As cores azul e amarela estão por toda parte, assim como diferentes lojas com artigos esportivos. Visitar o estádio La Bombonera é um passeio que todo amante de futebol vai amar. Por 50 pesos, é possível visitar o museu com os fatos mais marcantes da história do clube, assim como conhecer as principais instalações do estádio.

2º #DiarioOnTheRoad - Buenos Aires - La Bobonera | Photo by Rafael Cardoso @Cariocaemfuga

2º #DiarioOnTheRoad – Buenos Aires – La Bobonera | Photo by Rafael Cardoso @Cariocaemfuga

2º #DiarioOnTheRoad - Buenos Aires - Maradona! | Photo by Rafael Cardoso @Cariocaemfuga

2º #DiarioOnTheRoad – Buenos Aires – Maradona! | Photo by Rafael Cardoso @Cariocaemfuga

Caminhando mais alguns blocos, está o Caminito. Um lugar praticamente contruído para o turista, com construções cheias de estilo e sempre muito coloridas. Tudo isso dá ao lugar uma característica muito viva e vibrante. Estátuas e artigos dos principais ícones argentinos estão por todos os lados: Maradona, Che Guevara, Eva Perón, entre outros. Além de contar com uma estrutura muito boa para comprar presentes e lembranças da passagem pela cidade, o Caminito também tem diferentes opções gastronômicas. E uma das coisas mais interessantes é poder assistir no meio da rua a uma apresentação de tango, dança sensual e ao mesmo tempo elegante. Diferentes músicos e bailarinos costumam se apresentar no local. Para conhecer um pouco dessas paixões argentinas, o passeio por aqui é imperdível!

2º #DiarioOnTheRoad - Buenos Aires - Lojas de La Boca | Photo by Rafael Cardoso @Cariocaemfuga

2º #DiarioOnTheRoad – Buenos Aires – Lojas de La Boca | Photo by Rafael Cardoso @Cariocaemfuga

2º #DiarioOnTheRoad - Buenos Aires - Ícones Argentinos | Photo by Rafael Cardoso @Cariocaemfuga

2º #DiarioOnTheRoad – Buenos Aires – Ícones Argentinos | Photo by Rafael Cardoso @Cariocaemfuga

E você, o que achou desse post? Deixe seu comentário!

Para mais dicas de viagem como essa, siga o Diário de Mochileiro no Twitter:

 

Rafael Cardoso Sobre Rafael Cardoso

Rafael Cardoso é carioca, formado em jornalismo e pós-graduado em História Contemporânea. Apaixonado por viagens, adora planejar roteiros e estudar mapas. Pão-duro convicto, valoriza cada moedinha investida em um mochilão. Vive atualmente o seu ano sabático e descobriu que escrever sobre turismo é uma ótima terapia. Contatos: Twitter Facebook Email Blog

Já conhece nossa página no Facebook?

 

Booking.com

Sobre

Júnior Gomes

Júnior Gomes é um cearense cabra da peste, que desde 2009 começou a mochilar e já conquistou 19 carimbadas no seu passaporte. Morou no Sul do Chile e sonha em completar os 50 países até os 50 anos. Fundou o blog para ajudar outros viajantes, priorizando dicas de como viajar muito e gastar pouco. Ao lado dos seus amores, Bel (esposa) e Kika (cadelinha), sonha em curtir um sabático pelo mundo.

14 comentários

5 ago2015
Claudio santos

Oi junior adorei seu comentários eu sou cearense de fortaleza mais vivo com minha esposa em santos SP eu minha esposa e mais 5 pessoas da família dela vamos para bariloche agora dia 17 Agosto até 25 de Agosto compramos passagens de avião até buenos aires de de buenos aires vamos de onibus cruzeiro do norte até bariloche já é uma grande aventura agora gostaria de saber umas dicas sua sobre passeios excursões melhores preços dicas para economiza os passeios para esquiar e outros vamos ficar em cabana localizado em Río Negro bariloche obrigado

    8 ago2015

    Claudio,
    O trecho de ônibus é longo, mas bem tranquilo. Eles servem todas as refeições e se prepare para dormir muito 🙂
    Consulte a Barlan Travel, eles são os melhores e possuem um preço excelente. Mande e-mail para eles (em português) e diga que viu as dicas aqui no Blog!
    http://www.barlantravel.com/

13 jun2015

Júnior Gomes, minha identidade tem 8 anos você acha que vai dá algum problema na imigração Argentina.Ela esta em perfeito estado.

8 mar2015

ola Jr. você sabe dizer se tem ônibus saindo de Buenos aires para Bariloche?
estou querendo fazer uma viajem saindo de ciudad del este para Buenos aires ate Bariloche,
só que ainda não sei se tem ônibus que sai de Buenos aires pra Bariloche…

    8 mar2015

    Paulo,
    Tem sim, todos os dias em 3 companhias. Vc pode comprar a passagem no Terminal do Retiro.

12 set2014

Oi Júnior,

Parabéns, acho muito bacana suas postagens, estou viciada e lendo uma por uma.. rsrsrsrs
Me tira uma dúvida, tem ônibus que vai de Pucón até Bariloche?

Agradeço!!
Gabriely

4 ago2014
Tiago Barros da Rocha

Que época voces foram?

24 jun2014
wagner

Acabamos de conhecer o Junior no hostal pucon sur!!!Um cara super bacana e comunicativo,sem falar na nossa amiga Mirian muito prestativa!!!!Recomendamos para toda hora os dois hostal!!!abraço

20 jun2014
vitor oliver

Muito show mesmo, tenho vontade de sair me aventurando por locais desconhecidos, apenas com minha mochila nas costas, uns trocados e uma camera fotografica, aprendendo um pouco das culturas por onde eu passar, se Deus quiser algum dia eu comeco minha caminhada.

    21 jun2014

    Vitor, realmente é uma experiência muito legal. Faço sempre que posso, pegar a mochila e sair por ai, mas sempre é bom planejar 🙂

Deixe seu comentário!





*

code